alegre

Alegre avança no plantio de espécies de árvores nativas

“Quem planta no presente, colhe resultados no futuro”, por isso, a Prefeitura de Alegre, por intermédio Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (SEMADS), deu início a um ambicioso e promissor trabalho de arborização da cidade.

O projeto “Plantando e Harmonizando o Ambiente”, teve início em dezembro de 2022, com o plantio de mudas de árvores nativas em diversas localidades do município.

As comunidades contempladas com a arborização, até agora, foram o Morro do Hilton, Bairro Antônio Lemos Junior, bairro Antônio no Morro da Cruzinha, Vila do Sul, Centro, comunidade de Sobreira e bairro de Boa Fé, além dos distritos de Celina e Café.

De acordo com a chefe da pasta do Meio Ambiente municipal, Graziela Ferreira, “esse projeto que semeia um futuro mais agradável e sustentável para a cidade, já deixou sua marca em diferentes locais”.

Ao longo desse período, foram plantadas 235 mudas e a ideia é espalhar o plantio por todo o município.

Graziela também explicou que a definição das espécies e o cronograma de plantio estão sendo realizados com base no Plano Diretor de Arborização Urbana do Município.

Ela enumera algumas das vantagens que essa iniciativa, com resultados de médio e longo prazos, vai proporcionar para Alegre.

“Além de ajudar a combater as mudanças climáticas, o plantio de mudas beneficia a biodiversidade, proporciona sombra e abrigo para os animais, melhora a qualidade do ar que respiramos e protege o solo da erosão”, listou Graziela.

Espécies nativas para substituir árvores danificadas

As equipes da SEMADS também realizam vistorias de espécies arbóreas que apresentam características de infestação de pragas, como o cupim, que podem debilitar as árvores, ocasionando riscos de queda, afetando também o aspecto estético das vias.

Por isso, explica Graziela, que algumas árvores afetadas estão sendo substituídas e novas espécies, também plantadas em locais onde não havia vegetação.

No Distrito de Celina, por exemplo. foram plantadas mudas de Ipê branco, Resedá Mirim, Manacá da Serra e Quaresmeira.

Já no bairro Boa Fé, foram plantadas 22 mudas de Ipê-branco, em fevereiro deste ano e o plantio das espécies nativas floríferas continua nos principais acessos ao bairro.

Planejamento começou em 2021

O diagnóstico e elaboração do Planejamento de Arborização do Município é fruto de uma parceria com estudantes de Graduação e Mestrado do curso de Engenharia e Ciências Florestais da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes).

Para alcançar as melhorias ambientais e paisagísticas do município, o planejamento também contou com apoio do biólogo e mestre em Gestão Ambiental, Marco Bravo, visando justamente implantar o projeto da forma mais apropriada, científica e tecnicamente embasada.

(DA REDAÇÃO \\ Guto Gutemberg)

(INF.\FONTE: Internet \\ Carlos Mobutto)

(FT.\CRÉD.: Internet \\ Divulgação)